Please use this identifier to cite or link to this item: https://rigeo.sgb.gov.br/handle/doc/148
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSALVADOR, Elizete Domingues
dc.date.accessioned2013-12-10T19:01:45Z
dc.date.available2013-12-10T19:01:45Z
dc.date.issued1994
dc.identifier.citationSALVADOR, Elizete Domingues. Análise neotectônica da região do vale do rio Paraíba do Sul compreendida entre Cruzeiro, SP e Itatiaia, RJ. , 1994. Dissertação (Mestrado em Geologia)-Instituto de Geociências. Universidade de São Paulo, São Paulo, 1994.
dc.identifier.urihttps://rigeo.sgb.gov.br/handle/doc/148
dc.descriptionDissertação Mestrado em Geologia
dc.description.abstractA região do Vale do Rio Paraíba do Sul localizada entre Cruzeiro (SP) e Itatiaia (RJ), compreendendo o extremo leste da Bacia de Taubaté, oeste da Bacia de|Resende, bem como o alto estrutural constituído por rochas do embasamento précambriano que separa estas bacias cenozóicas, a denominada Soleira de Queluz,|encerra numerosas evidências de movimentos tectônicos recorrentes, ativos até os tempos recentes. A análise morfoestrutural, em conjunto com a caracterização dos depósitos sedimentares e das estruturas de caráter rúptil, permitiu o reconhecimento de três fases de movimentações neotectônicas. Estas movimentações estariam relacionadas inicialmente a esforços compressivos pleistocênicos orientados segundo NW-SE, associadas a um binário transcorrente dextral de direção E-W. As estruturas relacionadas a esta fase afetam|depósitos coluviais e linhas de seixos, por vezes cavalgados por blocos de rochas do embasamento, ao longo falhas de direções preferencialmente NE a ENE|Posteriormente, uma mudança do regime de esforços foi assinalada durante o holoceno, passando estes a extensionais, com direções E-W (WNW-ESE). Esta fase|é responsável pela geração de feições marcantes, como grabens de direção N-S, que embutem pacotes sedimentares com espessuras superiores a trinta metros. Finalmente famílias de juntas conjugadas, de direções ENE e WNW, seccionando depósitos coluviais, colúvio-aluviais e aluviais, registrariam nova mudança no regime de esforços durante o holoceno, agora compressivos, de direção E-W, concordante|com a direção de esforços atuais obtida a partir de dados sismológicos. O quadro neotectônico já estabelecido é relevante em termos da estabilidade geológica da região, onde estão instaladas grandes obras de engenharia, incluindo uma central nuclear
dc.languagept_BR
dc.subjectTECTÔNICA
dc.subjectBRASIL
dc.subjectSÃO PAULO
dc.subjectRIO DE JANEIRO
dc.titleAnálise neotectônica da região do vale do rio Paraíba do Sul compreendida entre Cruzeiro, SP e Itatiaia, RJ
dc.typeDissertationen
Appears in Collections:Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
diss_elizzeti.pdfproducao cientifica4,82 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.