Please use this identifier to cite or link to this item: https://rigeo.sgb.gov.br/handle/doc/24680
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMELO, Cristiane Ribeiro de-
dc.contributor.authorGUEDES, Paulo Abadie-
dc.contributor.authorMELO, Solange Cavalcanti de-
dc.date.accessioned2024-01-29T18:22:22Z-
dc.date.available2024-01-29T18:22:22Z-
dc.date.issued2022-
dc.identifier.citationMELO, Cristiane Ribeiro de; GUEDES, Paulo Abadie; MELO, Solange Cavalcanti de. Avaliação da relação entre precipitações extremas em 2022 e a iminência de deslizamentos, em Recife. In: SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO NORDESTE, 16.; SIMPÓSIO DE HIDRÁULICA E RECURSOS HÍDRICOS DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA, 15., 2022, Caruaru, PE. Anais [...]. Caruaru, PE: ABRHidro, 2022.pt_BR
dc.identifier.urihttps://rigeo.sgb.gov.br/handle/doc/24680-
dc.description.abstractNos últimos anos as mudanças climáticas têm afetado o planeta, aumentando os riscos relacionados às secas e precipitações extremas. São diversos os impactos sociais associados ao excesso de chuva, tais como enchentes e movimentos de massa. Diante do exposto, o presente trabalho tem como objetivos avaliar as chuvas registradas em maio e junho de 2022 em relação à série histórica e avaliar a relação entre a pluviosidade e a iminência de deslizamentos em Recife/PE. Neste contexto, conclui-se que a cidade apresentou para o ano de 2022 precipitações muito acima do esperado histórico para a quadra chuvosa. Os meses de maio e junho apresentaram totais mensais acima do dobro do valor médio esperado. No período, houve 07 dias de Chuva Muito Forte (CMF), considerados potencialmente danosos ao município. Dois destes dias foram classificados como de Chuva Muito Extrema, com probabilidade de tais intensidades serem igualadas ou superadas de 4% e 2%. O volume acumulado infiltrado durante os meses que antecederam maio, associados às fortes chuvas diárias, contribuíram para os deslizamentos ocorridos. Mesmo com os movimentos de massa mais danosos ocorrendo após o dia 25/05/22, observa-se que pela metodologia de Gusmão Filho et al. (1987) a cidade já apresentava iminência de deslizamentos.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherABRHidropt_BR
dc.rightsopenpt_BR
dc.subjectCHUVAS INTENSAS-
dc.subjectDESLIZAMENTO-
dc.subjectRECIFE-
dc.titleAvaliação da relação entre precipitações extremas em 2022 e a iminência de deslizamentos, em Recifept_BR
dc.typeWorking Paperpt_BR
dc.localCaruaru, PEpt_BR
dc.creator.affilliationInstituto Federal de Pernambucopt_BR
Appears in Collections:Trabalhos Apresentados em Eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
xvisrhne0166.pdfResumo400,84 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.